"Luís Capucho é uma voz no avesso da MPBoamoça. Cose o sublime e o sombrio, com a mesma linha devolutiva de quem não teme o augusto vitupério dos anjos. Sua caligrafia, navalha na carne, rasga flambada por estações no inferno e viceja entre flores do mal." Tárik de Souza.

Imprensa

Almério e Luís Capucho debatem soropositividade e inclusão em shows no Itaú Cultural

(05/2018)

Folha de São Paulo - Ilustrada

por Rafael Gregório

Apresentações integram mostra Todos os Gêneros, dedicada a estudar o universo LGBT

Os músicos Almério e Luís Capucho fazem show na sexta (18) e no sábado (19), respectivamente, como parte da mostra Todos os Gêneros. 

Obra de Luís Capucho vai para o cinema

(03/2018)

O Globo Niterói

por Lívia Neder ( Coluna Ana Cláudia Guimarães)

O Cantor Ney Matogrosso participa das filmagens. Cineasta vai para a Itália captar recursos.

A obra de Luís Capucho vai virar um filme  produzido por Rafael  Saar, que, assim como o artista, vive em Niterói. O cineasta viaja no mês que vem para o Festival de Cinema de Turim, na Itália, com o objetivo de captar parcerias e recursos para o projeto. O documentário ficcional "Peixe" já foi gravado e conta com a participação especial do cantor Ney Matogrosso. 

Os melhores livros de 2017

(12/ 2017)

Quatro Cinco Um – a revista dos livros.

“ Nesta lista muito pessoal dos destaques editoriais deste ano, 96 resenhistas e colaboradores que publicaram na Quatro Cinco Um escolheram, sem rigor matemático nem debates preliminares, três livros que fizeram sua cabeça(ou seu coração). O resultado, bem como a lista dos resenhistas que votaram, se encontra nas próximas páginas. Alguns dos livros escolhidos foram resenhados nesta edição especial, nas páginas identificadas com o chapéu Os Melhores Livros de 2017."

FICÇÃO

Narrativas ancoradas em relatos autobiográficos

Luís Capucho, escritor e compositor, lança o livro “Diário da Piscina” e faz pocket show em BH

(09/2017)

por Carlos Andrei Siquara

Foi com a música que o escritor e compositor capixaba Luís Capucho começou a sua carreira artística, atraindo o interesse de nomes como Cássia Eller, Rogério Skylab, Daúde, Pedro Luís e a Parede, além de Wado, Clara Sandroni e Ney Matogrosso, que gravaram algumas de suas composições.

Luís Capucho promete tarde de música e literatura no Espaço 171

(09/2017) 

por Angela Faria

Artista faz pocket show neste sábado, em BH, para lançar o livro 'Diário da piscina' e apresentar suas canções. Luís Capucho convida para um mergulho metafísico durante o pocket show que ele fará nente sábado, 09, em BH. O artista chega de Niterói (RJ) para lançar o livro Diário da piscina e apresentar suas canções ao lado do guitarrista Vitor Wutzki. 

Bate-papo musical com Luís Capucho na Biblioteca do Sesc Glória de Vitória

(09/2017)

por Admin

Luís Capucho é o convidado da biblioteca do Centro Cultural Sesc Glória para o lançamento de seu mais novo livro ‘Diário da piscina’, publicado pela editora É e apresentação de um pocket show. O encontro acontece no dia 12 de setembro às 18h30 com entrada franca.

Luís Capucho lança seu diário

Luís Capucho lança “Diário da Piscina” em BH

(09/2017)

por Patrícia Cassese

Instado a falar sobre “Diário da Piscina” (Ed. É Selo de Língua), seu mais recente livro – que será lançado este mês em BH –, Luís Capucho opta por, inicialmente, recorrer ao título que marcou sua estreia na escrita, em 1999: o elogiado “Cinema Orly”. 

ENTREVISTASMÚSICA

‘O público não é mais pego de surpresa pela MPBicha’. – Luís Capucho

(08/2017)

por Lucas Kairof e Ali Prando

Luis Capucho se considera low profile, faz música para ficar quieto e ouve música para ficar quieto, “fora de nosso tempo”. Talvez possamos associar essa quietude a seu ritmo mais arrastado, voz rouca, espaçada, mas jamais a seus versos crus, repletos de malicia, sensibilidade dissonante e linguagem visceral...

Luís Capucho inspira peça e lança novo

livro no Galpão Gamboa

"Cabeça de Porco" faz três apresentações a partir de sábado (22)

(07/2017)

Por Renata Magalhães

Em cartaz a partir de sábado (22) no Galpão Gamboa, a peça Cabeça de Porco narra o cotidiano de um cortiço onde vivem Creuza e seu filho Cadu. Os dois esperam pela procissão de Santa Moema enquanto Creuza tenta administrar a cabeça de porco lotada de homens. Entediado com o clima da casa, o menino procura paz no cinema pornô da cidade, onde conhece a stripper Sheila. Com 13 atores em cena, a montagem é inspirada nas músicas de Luis Capucho, compositor e cantor maldito. O próprio estará na Gamboa para o lançamento de seu quarto livro, O Diário da Piscina, sobre as aulas de natação que melhoraram sua qualidade de vida após complicações decorrentes do seu quadro como portador de HIV. Já na segunda (24), o dramaturgo Peter Franco lança o livro de poesias Saga Roça.

Intervenção Urbana Episódio 18
Produção e Apresentação: Fábio Shiraga

Episódio originalmente transmitido em: segunda, 15 Maio 2017

"Muito emocionado pra ouvir a entrevista com Fabio Shiraga. Me fez olhar de onde não costumo me ver. E especialmente agora que os meninos se foram, depois de tantas apresentações mergulhadas na gente mesmo, se olhar assim de fora, na contraluz da entrevista, foi bonito:"

luís Capucho

Luís Capucho ganha medalha e comemora com série de shows

(05/2017)

Por Redação VEJA RIO

Prestes a lançar novo livro, o cantor e compositor Luís Capucho será homenageado nesta sexta (5) com a medalha José Cândido de Carvalho. A láurea é concedida pela Câmara Municipal de Niterói, onde vive o artista, para celebrar os nomes que contribuem para a cultura da cidade. Durante a entrega, Capucho se junta aos músicos paulistanos Vitor Wutzki e Tulio Freitas para uma pequena apresentação às 18h.

Informe - Jornal O Fluminense

por Claudia Catalde

05/2017

Homenagem

Hoje, às 18h, o vereador Leonardo Giordano (PCdoB) fará a entrega da Medalha Escritor José Cândido de Carvalho ao escritor, cantor e compositor  Luís Capucho. A medalha é destinada a quem contribui para o enriquecimento e a promoção da cultura em Niterói. A importância da vida literária de Capucho é relevante na luta por identidade e direitos LGBT. Graduado em Letras pela UFF, com pós-graduação em Leitura e Produção de Textos, Capucho publicou seu primeiro romance “Cinema Orly’”em 1999, pelo qual ganhou o prêmio Arco Íris dos Direitos Humanos na categoria Literatura. Tem mais três obras publicadas: “Rato”, “Mamãe me adora” e o mais recente “Diário da Piscina”.

"Diário da piscina" de Luís Capucho (reseña/resenha)

(04/2017)

por Tive Martinez

Es evidente la preferencia de Luís Capucho —como narrador— por los espacios cerrados, tan perfectamente acotados que el lector puede dibujar en su mente un plano de cada uno de ellos. Así, la sala porno propicia al sexo anónimo de"Cinema Orly" (Interlúdio, 1999), la casa de huéspedes hostiles de "Rato"(Rocco, 2007), incluso el autobús en peregrinación al Santuario de Aparecida de"Mamãe me adora" (Edições da Madrugada, 2012).

Diário da Piscina: A literatura brasileira de Luís Capucho

(04/2017)

por Luiz Antonio Ribeiro

O corpo é sagrado. O corpo é segredo. A literatura de Luís Capucho sempre me coloca diante deste impasse: o que há no corpo que faz dele corpo? E isto, em sua obra, sempre se amplia recaindo diretamente na palavra. O que há nesta sincronia entre palavra e corpo que aponta para algo que é da ordem do mistério e, ao mesmo tempo, parece dizer sobre as coisas mais simples da vida, daquilo que é da vida pequena, reles, do cotidiano? A leitura de Diário da Piscina me colocou diante deste espanto, principalmente após ter lido todas as obras de Luís Capucho.

Músico e autor Luís Capucho lança livro 'Diário da Piscina' com show

(01/2017)

por Folha de São Paulo

Quase duas décadas depois de iniciar o projeto, o compositor  e escritor Luís Capucho lança neste sábado (21) seu quarto livro, "Diário da Piscina". A obra sai pela editora É Selo de Língua.

Capucho já teve suas composições gravadas por Cássia Eller, Pedro Luis e Gustavo Galo.

Sua obra literária também já foi premiada pela Câmara Municipal de Niterói...

Espetáculo teatral ‘Cabeça de Porco’ estreia na UNIRIO

(11/2016)

por Comunicação UNIRIO 

Estreia nesta quarta-feira, dia 23 de novembro, o espetáculo Cabeça de Porco. Inspirado no universo artístico de Luís Capucho, a peça é resultado da disciplina Prática de Montagem Teatral II, da Escola de Teatro da UNIRIO, e faz parte do Projeto Prática de Montação.  A temporada vai até 3 de dezembro, com apresentações de quarta a sábado, sempre às 19h30, na Sala Glauce Rocha (sala Cinza), no Centro de Letras e Artes (CLA).

rádio batuta (Rádio MEC)a voz humana

A voz dos marginais

(11/2016)

Narração: Eucanaã Ferraz

A galeria de personagens deste programa, montada por Eucanaã Ferraz, reúne artistas muito deslocados socialmente. São figuras quase anônimas, quase insanas, reclusas por vontade própria ou alheia, marginais mesmo. E extremamente interessantes. Um deles é o outsider brasileiro Luís Capucho, assim como o esquizofrênico Daniel Johnston (cultuado por Kurt Cobain) e o indecifrável Bob Vido. São grandes histórias e impressionantes músicas:


Repertório
Bingo Gazingo – I’m a wabbit (B. Gazingo) - 2:43
Daniel Johnston – Catie (D. Johnston) - 2:30
Jandek – They told me I was a fool (Jandek) - 5:04
Shooby Taylor - Stout-hearted men (S. Taylor) - 2:44
Luis Capucho – Poema maldito (L. Capucho e Tive) - 2:49
Åke Sandin – Kvarnen Del 1 (Åke Sandin) - 2:41
Bob Vido –Total creative music - Vidology 708 (Bob Vido) - 3:52


 

crédito Obra produzida por interno do Hospital do Juquery, São Paulo, 1950. Foto de Alice Brill/ Acervo Instituto Moreira Salles

Radio Universidade do Maranhão

(11/2015)

Locução Gilberto Mineiro

Lançamento do Poema Maldito no Companhia da Música - Rádio Universidade do Maranhão.

GODARD CITY

(04/2015)

por Rogério Skylab

 

Em 1995, o compositor Luís Capucho faz um show no Café Laranjeiras, no Rio de Janeiro. É possível que, nessa época, tirando alguns poucos amigos que o acompanham até hoje, Luís fosse um ilustre desconhecido. A gravação do referido show, no entanto, viria trazer-lhe uma certa visibilidade...

Radio Câmara - Trilha das Artes

Apresentação - Marco Antunes

(03/2015)

O Trilha das Artes traz nesta edição Luiz Capucho que é compositor, escritor, cantor e violonista. Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, radicou-se na cidade de Niterói desde 14 anos de idade. Em 1988, graduou-se em Letras pela Universidade Federal Fluminense...

Bloco 1

Bloco 2 

Jornal Estado de Minas 

(03/2015)

por Ailton Magioli

Ao anunciar o desejo de fazer um disco dedicado às canções de Jards Macalé e Jorge Mautner, entre outros, Ney Matogrosso acabou trazendo de volta a produção dos chamados malditos da MPB – time de compositores que, na década de 1970, foi solenemente ignorado pela indústria fonográfica e pela grande mídia. Incluído na seleção, Itamar Assumpção (1949-2003) veio à cena na década seguinte, via Vanguarda Paulistana, enquanto Luís Capucho surgiu nos anos 1990, fornecendo canções para Cássia Eller (Maluca) e Pedro Luís e A Parede (Máquina de escrever). “Fui alçado a essa posição por Ney Matogrosso”, diz Capucho...

Indique um livro

(02/2015)

por Luiz Ribeiro

 

Mamãe Me Adora, De Luís Capucho

 

Como fazer o retrato de uma viagem? Como tentar capturar, no fim das coisas, uma viagem que sintetiza uma vida inteira, com suas ternuras e decepções, carinhos e sequelas, dores e alegrias? Como entender que, chegando no fim de nossa vida, teremos a capacidade de fazer jus a tudo que fizeram por nós e que, além disso, foram capazes de nos dispensar tempo?

Jornal o Globo

(01/2015)

por Silvio Essinger

"Poema Maldito" Luís Capucho

Cotação: Ótimo

 

Mais lírico e ainda mais desconcertante que antes, o cantautor volta a assombrar num ábum de voz e violão, com esparsas intervenções de outros instrumentos. A execução imperfeita, seca, é parte inalienável da tristeza/beleza de canções prodigiosas como "La nave va" e Generosidade".

Rádio Roquete Pinto

(12/2014)

Locução Mário André

 

Coluna Trem Azul de Manto Costa sobre a obra de Luís Capucho, dentro do programa Cantos da Alma Latina, de Mário André, na rádio Roquete Pinto, em Dezembro de 2014.

Revista Hype Online 

(05/2014)

por Thyago Villela

Luis Capucho e “As vizinhas de trás”

Nos anos 1990 ele chegou a ser batizado pela imprensa paulista de “retropicalista”. Compositor capixaba nascido em Cachoeiro de Itapemirim, Luis Capucho lança agora uma série de pinturas a óleo com sua assinatura. As telas de “As vizinhas de trás” são apresentadas, de forma poética...

El amor o su contrario

(02/2014)

Por Tive Martínez

LUÍS CAPUCHO : ALT LIT antes de la ALT LIT

Difícilmente encajable en cualquier categoría, el escritor y compositor brasileño Luís Capucho, a quien la crítica compara con Jean Genet o Lou Reed, es un activo bloguero desde 2002. En su Blog Azul, a modo de diario, el autor viene contando, con absoluta regularidad y en un estilo ágil pero cuidado, los hitos de su vida sentimental y artística así como los pequeños detalles de su día a día. Por las publicaciones del blog hemos sabido de su apego por la madre, los conflictos con los vecinos, sus visitas al médico, a la peluquería, en fin, conocimos al encantador Pedro y sus gatitos...

GarotaFM

(02/2014)

por Camila Claro

 

 

Considerações sobre ‘Lua Singela’, o primeiro disco de Luís Capucho

 

"Na estrada desde o começo dos anos 90, o capixaba Luís Capucho – nascido em Cachoeiro de Itapemirim (ES) e criado em Niterói(RJ) –é cantor, compositor, poeta, tendo lançado somente em 2003 o seu primeiro disco, “Lua Singela”, produzido por Paulo Baiano e assinado pela gravadora e produtora Astronauta Discos, que trabalha em parceria com a Warner..."

Cachoeiro Cult

(12/2013)

 

 

A arte corajosa de Luís Capucho

A Gazeta

(11/2013)

por Fabricio Fernandez

 

O afeto homoerótico de Luis Capucho

 

Mais teatro

(11/2013)

 

 

O escritor cult Luís Capucho se aventura nas artes plásticas enquanto finaliza novo livro e novo CD

Rádio MEC AM - Rio de Janeiro / Conversa com o Autor

(09/2013)

Escritor e compositor, Capucho foi incluído nos anos 90 pela imprensa paulista no chamado Retropicalismo e possui três álbuns já lançados: Lua Singela, Cinema Íris e Antigo. Como compositor tem músicas gravadas por Cássia Eller, Ney Matogrosso, Clara Sandroni e outros nomes da MPB. É autor de Cinema Orly, Rato e Mamãe me adora...

O Estado de Minas

(09/2013)

 

 

Maldito da gema


 

 

 

Pensar - O Estado de Minas

(07/2013)

por Paulo Bentancur 
 

 

Trilogia SUJA

Obra do escritor e compositor Luís Capucho revigorou a literatura gay brasileira. Os três romances do capixaba emocionam pelo lirismo brutal e por sua apurada linguagem

Revista Vida Simples

(04/2013)

 

Voz acidental

Disco ao vivo de Luís Capucho registra o talento do cantor antes do coma que alterou para sempre sua voz e sua vida.

H Magazine

(04/2013)

Entrevista de Hélio Filho

Um antigo homem moderno normal

Com novo CD e planejando novo livro, Luís Capucho conta como superou um coma e critica rótulos para a Literatura

Amálgama

(25/03/2013)

 

Texto de Luiz Biajoni



Falando de Luís Capucho

Capucho canta a estranheza do mundo, a dificuldade de inserção, o amor subreptício.

Universitária FM - UFES

(15/03/2013)

​Entrevista de Karen Vieira



Luís Capucho conquista a crítica com seu novo álbum e livro

O cantor e escritor capixaba, Luís Capucho, está conquistando a crítica nacional com sua boa música e sua forma de escrever. Seu mais recente lançamento é o álbum “Cinema Íris” e o livro “Mamãe me adora” .Em pouco tempo, Capucho ganhou a crítica nacional e foi apontado por Ney Matogrosso como o inovador da música brasileira. As obras do artista podem ser adquiridos na página luiscapucho.com.

Confira a entrevista com o cantor, feita pelo Revista Universitária.

Hoje em Dia - BH

(15/03/2013)

Texto de Cinthya Oliveira



Disco disponibilizado em site do artista reproduz show realizado em 1995; gravação é oriunda de uma fita cassete que caiu nas mãos de Cássia Eller

"O cantor e escritor capixaba, Luís Capucho, está conquistando a crítica nacional com sua boa música e sua forma de escrever. Seu mais recente lançamento é o álbum “Cinema Íris” e o livro “Mamãe me adora” .Em pouco tempo, Capucho ganhou a crítica nacional e foi apontado por Ney Matogrosso como o inovador da música brasileira. As obras do artista podem ser adquiridos na página luiscapucho.com.

Confira a entrevista com o cantor, feita pelo Revista Universitária..."

Ziriguidum

(02/2013)

Texto de Beto Feitosa



Luis Capucho lança registro de show de 1995

"Sempre numa saudável contramão. Já bem celebrado em um circuito que procura eleger seus heróis nas vias alternativas mas ainda longe do grande público, o compositor Luis Capucho visita seu passado. Para lançar seu novo site abre o baú e torna pública uma joia pessoal: a gravação de um show que apresentou em 1995 no Rio. O álbum Antigo está disponível para download gratuito em www.luiscapucho.com"

Blog Notas Musicais

(19/02/2013)

Texto de Mauro Ferreira



Luís Capucho disponibiliza 'Antigo', CD captado em 1995 em show no Rio

"Dono de cancioneiro underground que despertou o interesse de Ney Matogrosso em 2011 e 2012, durante a seleção de repertório do show Atento aos sinais, Luís Capucho sempre transitou pelo wild side, tal qual um Lou Reed dos trópicos. Poeta do amor e do sexo do submundo, o cantor e compositor capixaba - radicado em Niterói (RJ) desde a adolescência - construiu obra à margem do mercado e, talvez por isso mesmo, despertou naturalmente..."

O Globo

(19/02/2013)

 



Personagem do dia

O Globo

(19/02/2013)

Texto de Leonardo Lichote



Compositor Luís Capucho lança na internet CD gravado antes do coma que alterou sua voz

 

‘Antigo’ é registro ao vivo de 1995 e mostra artista ainda jovem e suave..."

O Dia

(18/02/2013)

Texto de Mauro Ferreira



Poeta "maldito" de Niterói, Luís Capucho lança CD feito em 1995

 

Hoje em Dia - BH

(22/10/2012)

​Texto de Miguel Anunciação

Maré ruim faz Capucho ameaçar “desistir de tudo”

"De Niterói, onde mora, Luís Capucho se rende temporariamente ao desânimo. “Às vezes, dá uma vontade de desistir de tudo, ir pra roça, sem internet, sair desta confusão toda. Já completei 50 anos, estou ficando velho, precisava encontrar uma empresa que me agenciasse, que pusesse meu trabalho para concorrer nos editais, e que não fosse tão avarenta”, soluça o cantor, compositor e escritor capixaba, radicado no Rio de Janeiro há 36 anos."

O Globo​​

(15/06/2012)

​Texto de Leonardo Lichote

Luís Capucho combina crueza e doçura em novo disco

"RIO - O universo das canções de Luís Capucho encontra uma boa definição nos versos iniciais de seu segundo CD, "Cinema Íris", que o compositor lança nesta sexta, às 20h, na Multifoco, na Lapa. Ele canta: "Poucos fazem como faço/ Que estou sempre na beirinha/ (...) Daqui pra lá é o fim". Seu olhar a partir dessa zona-limite resulta numa poética única na música brasileira, que aproxima crueza de submundo..."

O Globo​​

(15/06/2012)

​Texto de Sílvio Essinger

Crítica: Luís Capucho amplia seu universo e sua tristeza

​"RIO - Luís Capucho é um artista singular. As tentativas de enquadrá-lo podem dar em Leonard Cohen, Lou Reed, Sérgio Sampaio, Cazuza, Damminhão Experyença ou Rogério Skylab — isso, caso eles decidissem dedicar um pouco de tempo aos poeirinhas pornô do Centro do Rio."

A Tribuna - ES

(07/07/2012)

​Texto de Carol Scolforo

Descoberto por Ney Matogrosso

"Cantor e compositor cachoeirense, Luís Capucho tem duas composições que estão na mira do próximo disco do artista

LUÍS CAPUCHO foi comparado por Ney a Jean Genet, escritor, poeta e dramaturgo francês do século XX
O poderoso Ney Matogrosso, que interpreta canções como poucos na história da música brasileira, está em dúvida. Encantou-se pelas composições do capixaba Luís Capucho, e deve escolher uma delas para seu novo álbum..."

O Fluminense

(08/07/2012)

​Texto de Natália Kleinsorgen

A arte não assumida de Luís Capucho

 

"Tentando fugir de rótulos e definições gerais, o compositor de 50 anos prefere não definir seu estilo musical diz que escolhe livros para ler apenas pelos títulos das obras"

Mix Brasil

(02/08/2012)

 

Rio recebe lançamento de livro e disco de Luís Capucho

​"A versatilidade criativa do escritor e músico Luís Capucho vai poder ser conferida no dia 9 de agosto, às 19h, na Livraria Cultura do Shopping Fashion Mall (Estrada da Gávea, 899 - São Conrado), no Rio de Janeiro, com os lançamentos do livro “Mamãe me adora”, da Editora Vermelho Marinho, e do disco “Cinema Íris”, lançado pelo selo Multifoco."

O Globo​​

(23/02/2011)

Antônio Carlos Miguel

O 'lendário' e 'maldito' Luís Capucho lança disco e livro e é gravado por Ney Matogrosso

RIO - Camiseta branca, largo calção azul, sandália de dedo, mochila de pano atravessada no corpo e, na mão, uma sacola com recortes de jornais e revistas, livros, CDs... É assim, glamour perto de zero, mas indumentária perfeita para o calor de 40 graus daquele início de tarde no Centro do Rio, que o compositor e escritor Luís Capucho chega para a entrevista. Estamos frente ao mais maldito dos malditos da canção brasileira, com apenas um CD lançado, "Lua singela" ainda para um pequeno circuito de admiradores...

 

O Globo​​

(10/09/2011)

Bety Orsini

Ney Matogrosso teme gravar música com a palavra masturbação por achar que o público brasileiro está muito careta

RIO - "A polêmica começou quando, semana passada, em entrevista ao jornalista Cadão Volpato no programa “Metrópolis”, na TV Cultura de São Paulo, o cantor Ney Matogrosso declarou que não sabe se vai ou não vai incluir no seu próximo disco a canção “Cinema Íris”, do músico Luís Capucho, por causa da frase “Enquanto homens masturbam-se na neblina do cinema"...

A tarde​​

(11/10/2010)

Chico Castro Jr.

Luís Capucho solta a voz rouca e o estilo boêmio no Ali do Lado

 

Jornal do Brasil

(23/01/2009)

Tárik de Souza

 

​Por e-mail: Luís Capucho

 

O Globo

(20/10/2009)

 

​Luís Capucho volta

 

Diário da Manhã

(30/02/2004)

Adalto Alves

Trovador da causa perdida

 

 A Tarde - Salvador

(18/07/2007)

Texto Sandro Lobo

Entre o nirvana e a lascívia

 

Mix Brasil

(2006)

Escritor e compositor faz dois shows no Rio e prepara novo livro

 

O Globo

(07/2005)

Gente Boa
"Bruno Barreto fez novas imagens de seu longa-metragem, baseado nas histórias de quatro escritores tendo a Festa Literária como pano de fundo..."

 

Show Áustria

(2004)

 

​konzert: Luís Capucho

Mix Brasil

(29/10/2004)

 

Luis Capucho fará shows na Áustria em novembro

"O cantor e compositor Luís Capucho (foto) fará shows  na Áustria no próximo mês de novembro. O primeiro acontecerá na cidade de Linz, no dia 6/11, no centro cultural Kapu, e no dia 20/11 na Stadtwerkstatt. No dia 26/11 Capucho estará no Röda, uma iniciativa cultural na bela cidade de Steyr..."

daniellathompson.com

(04/10/2004)

Daniella Thompson

Niterói grunge

Luís Capucho, irremediable poète maudit.

"Where does inspiration come from? Luís Capucho dredges his from the dark depths of his soul, and it emerges in songs that are street-smart, soiled, disturbing, literate, overlaid with banality and detachment, and often quite funny..."

O Globo

(2003)

Hugo Sukman

Sons do underground carioca

Membros influentes do coletivo artístico "Ovo" lançam primeiros solos

Correio da Bahia

(20/09/2003)

Sandro Lobo

Com cara e jeito de maldito

Autor do romance cult "Cinema Orly" faz uma bela estréia em CD com "Lua Singela"

Folha de São Paulo

 

"Orly" é estréia de autor

 

G Magazine

Memórias despudoradas

 

Sui Generis

(2000)

Marcelo Secron Bessa

 

Cinema Orly
Circuito cinemão revelado a não iniciados

O Fluminense

(17/02/2000)

Natatcha Fonseca



Segredos da sala escura
Livro revela os bastidores do Cinema Orly​

O Globo

(1999)

 

No escurinho do Orly

Veja Rio

(1999)

 

A geração de Pedro Luís

O Dia

(1999)

André Gomes

 

 

No escurinho do cinema

"Cinema Orly" de Luís Capucho retrata sem retoques o submundo gay da Cinelândia

O Globo

(1997)

Antonio Carlos Miguel

 

Astros da MPB elegem novo poeta maldito

Nova geração de compositores cariocas saúdam Luís Capucho como seu mestre

O Globo

(1996)

 

"Ovo" revigora o pop carioca
Folha de São Paulo

(23/01/1993)
Carlos Calado

 

 

Órfas do Tropicalismo dão as caras em 93

© Copyright 2015. Luís Capucho.

  • blogger-square
  • facebook-square
  • youtube-square

LUÍS CAPUCHO